Autossabotagem… Já pensou sobre isso?

Você sabia que apenas 20% das equipes (e dos indivíduos) alcançam o seu verdadeiro potencial? O sabotador é um pensamento ruim e que impacta diretamente no resultado dos negócios. A questão está em identificar quais são os sabotadores que estão limitando.
Para tratar deste assunto, a analista comportamental e coach, Renata Silva, palestrou na ACE Diadema, em reunião do Núcleo de Mulheres Empreendedoras de Diadema. Com experiência de mais de 15 anos em desenvolvimento de líderes no mundo corporativo, ela mostrou estratégias práticas para que as pessoas parem de se autossabotar e façam parte dos 20% de indivíduos que alcançam o verdadeiro potencial.

“A mente é sua melhor amiga, porém, pode ser sua pior inimiga”, alertou Renata. “É importante manter a mente em estado criativo, positivo e ativo para resolução de problemas, pois desta forma, agirá a favor de resultados em modo sábio. A Inteligência Positiva pode trabalhar a seu favor ou te sabotar”, explicou. A autossabotagem é um apelido para Inteligência Positiva, quando se age em modo sobrevivência (em momentos de medo, ansiedade, frustação ou angústia).

Durante a palestra, Renata aplicou o teste de Inteligência Positiva elaborado por Shirzad Chamine, autor do livro Inteligência Positiva, e conduziu o evento como se fosse uma sessão de coaching, com levantamento de metas e obstáculos. A partir disso, a coach explicou os resultados dos testes de autossabotagem e como eles afetam nos resultados das profissionais.

“Identificamos o tempo em que a mente exerce o modo sobrevivência e sábio, além de um relatório que mostra os nove sabotadores – prestativo, insistente, hiper-realizador, vítima, hiper-racional, hiper-vigilante, inquieto, controlador e esquivo. Foi possível mostrar como eles agem no dia a dia e prejudicam a pessoa que trabalha em alta performance”, declarou Renata.

Para finalizar o encontro, a palestrante ajudou as empreendedoras a construir um plano de ação para exercitar a mente no modo sábio, em busca de atingir as metas e objetivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *