Como cuidar da inteligência emocional em tempos de pandemia

Inteligência emocional… Duas palavras que, juntas, causam dúvida e apreensão. Lidar com as emoções é algo extremamente difícil, mas quando se tem conhecimento de como administrá-las, é possível construir relações saudáveis e fazer escolhas conscientes.

Em tempos de pandemia, ter inteligência emocional é fundamental. Lidar com as sensações de hábitos novos, do trabalho home-office, conviver 24 horas por dia com a família reunida; gerenciar a angústia de uma demissão, das preocupações das contas a pagar todo mês e da incerteza do futuro. Vivemos tempos difíceis. Porém, são muitas as emoções que vão além e estão em evidência neste momento único da história, ocasionado pela pandemia do coronavírus (Covid-19).

De acordo com a coach em desenvolvimento pessoal, Cislene Rodrigues, quando os alicerces, a certeza, a rotina e os padrões de uma pessoa são modificados, tem-se a sensação de que algo está desequilibrado e, o clima de insegurança tende a permear tal situação, o que traz um sentimento de fragilidade que envolve todos os pensamentos deste indivíduo. “O isolamento social trouxe efeitos negativos, mas é possível mudar esse cenário e tirar proveito da situação. Por meio de técnicas simples, melhora-se o bem estar, com a volta da tranquilidade e elevação da saúde mental”, declarou Cislene.

Virando a chavinha

 Cislene explica que inteligência emocional é a capacidade de conexão positiva consigo mesmo e com os indivíduos que o cercam. “Tecnicamente, eu diria que é o equilíbrio entre razão e emoção, capacidade de saber e conseguir compartilhar o seu conhecimento com amor, obtendo bons resultados para si e para quem o cerca”, falou a coach em desenvolvimento pessoal.

Para atingir esse equilíbrio, o primeiro passo é a pessoa se conhecer melhor, amar-se mais e saber lidar com as fraquezas. Sempre há aspectos a serem melhorados e desenvolvidos e, quando se olha para isso de forma natural, o sentimento de culpa (erro ou diferença) diminui e torna-se menos intenso; assim é possível enxergar as possibilidades que antes não eram percebidas.

Diante desse cenário de pandemia que trouxe mudanças impactantes à vida humana, é comum haver uma busca por aquilo que “está faltando” por meio de comportamentos e sentimentos inadequados, que traz resultados tristes e negativos. “O que diferencia as pessoas diante deste acontecimento é a forma como elas pensam em relação a si mesmas para encarar cada situação”, pontuou Cislene. “Para atingir êxito na qualidade de vida, é preciso perceber que toda mudança e resultado depende da própria pessoa, ainda que se tenha o auxílio de um profissional e estudo”, completou.

Responda para si mesmo:

– Você se prepara para os desafios? (eles existem e sempre existirão em todas as esferas da vida qualquer pessoa.)

– Você busca apoio ou conhecimento para te auxiliar?

– Você transfere as suas responsabilidades para outras pessoas?

– Você busca novas possibilidades quando tudo parece perdido?

– O seu pensamento se torna um sentimento que traz um comportamento correspondente?

Agora, quais ações devem ser tomadas?

 – Observar-se melhor

– Quais são as emoções e comportamentos que preciso observar agora?

– O que te traz resultado positivo?

– O que te traz resultado negativo?

Com essas simples perguntas, você descobre coisa incríveis sobre você.

Dicas importantes

Melhorar o seu bem-estar:

Nesta quarentena, mantenha o contato com as pessoas de forma on-line, mas não deixe de conversar com os amigos e família. Eles ficam felizes quando recebem um contato feito especialmente para eles.

Lembre-se que nem tudo está no seu controle e cada pensamento negativo que você tiver, o substitua por um positivo. Seja persistente nisso.

Agradeça por tudo que tem:

– Seu coração bater, enxergar, pensar, respirar, sentir cheiro etc.

Ter mais tranquilidade:

Compreenda que todos estamos diferentes! Ter mais tolerância, pensar antes de falar, imaginar-se no lugar do outro e respirar fundo, evita que suas emoções falem antes de você.

Praticar algo que te dê prazer e faça a mente se desconectar do tempo; seja uma atividade física, um livro, ouvir música, dançar, cantar, um filme, um crochê, enfim, algo que possa ser feito com leveza e alegria dentro das recomendações impostas por esta limitação social. Busque uma conexão com algo superior em que você acredita.

Saúde mental:

Assista fontes sérias de noticiários apenas uma vez ao dia. Não carregue as informações na mente (não fique pensando nelas), não fale a respeito e não compartilhe notícias falsas.

Se conecte com você mesmo, encontre o que te aflige e, se for muito difícil esta atitude, procure profissionais sérios de desenvolvimento pessoal que possam te ajudar nesta conexão, pois é a partir de você que tudo se transforma.

Acredite que vai passar, como tantas outras fases passaram. Quanto mais você olhar para os aprendizados que as experiências da vida trazem, mais forte você ficará.

Quando alguém perguntar:

– Olá! Tudo bem? Sempre responda:

– “Cada dia melhor!”

Quanto mais você repetir e acreditar nisto, mais rápido isto se torna verdade na vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *